Visto americano para atletas: conheça as modalidades e oportunidades do país

Tempo de leitura: 4 minutos

Já faz tempo que os atletas brasileiros têm se destacado em outras modalidades esportivas para além do futebol. E muitos deles têm como objetivo morar e atuar nos Estados Unidos, que é considerado o país da oportunidade em diversas áreas e contextos, inclusive no esporte. Além disso, o país é o maior campeão olímpico do mundo. Considerando essa realidade, a busca dos brasileiros pelo visto americano para atletas nos EUA tem aumentado.

Inclusive, atualmente, o Brasil já está entre os países que mais enviam atletas estrangeiros para os Estados Unidos com diversos objetivos, como  intercâmbio temporário, disputa de torneios, treinamento de atletas americanos ou apenas para residir e trabalhar nos EUA.

Outra realidade que faz com que cada vez mais atletas brasileiros queiram se mudar para os Estados Unidos é o fato de que o país oferece diversas bolsas para aqueles que se destacam em sua modalidade esportiva e outros benefícios, incluindo a excelente estrutura e os diversos programas de incentivo para os esportistas. 

A definição do tipo de visto a ser requisitado e o passo a passo como esse processo será conduzido, comprovando as exigências e apresentando as documentações necessárias à imigração americana, são fundamentais para que o esportista tenha sucesso em sua caminhada para atuar como atleta nos Estados Unidos de forma legal. 

Para ajudar atletas que desejam atuar nos EUA, neste artigo, você vai conhecer quais são as categorias de visto americano para atletas nos Estados Unidos e suas exigências e condições, além de dicas sobre onde estão concentradas as melhores oportunidades para brasileiros que queiram investir nessa carreira dentro do país.  

Visto americano para atletas

Para conseguirem atuar nos EUA, os esportistas devem definir qual visto americano para atletas irão se candidatar. Existem três categorias que apresentam propostas diferentes, de acordo com o objetivo e a expectativa dos atletas estrangeiros que queiram buscar oportunidades nos Estados Unidos. É importante estar atento à proposta de cada tipo de visto para aproveitar da melhor forma as oportunidades oferecidas nos EUA, além de ter uma estadia legal no país. Veja:

Vistos não-imigrantes

O atleta pode utilizar os vistos não-imigrantes, como os vistos P e O, para morar e exercer suas atividades nos EUA por um tempo determinado, sempre atrelado a um empregador ou sponsor nos Estados Unidos. Atletas nacional ou internacionalmente reconhecidos por seus feitos esportivos podem ser elegíveis para um visto não-imigrante.

Ele tem um limite inicial de 3 anos, podendo ser renovado por mais 1 ano. Profissionais que fazem parte da equipe do atleta para auxiliar em um evento ou performance específica podem se qualificar a um visto O-2, enquanto cônjuges e filhos do esportista podem solicitar o visto O-3 para também permanecerem nos EUA durante o tempo determinado.

Vistos de turismo e negócios

Dependendo do propósito da viagem, como no caso de algumas competições amadoras, pode ser solicitado o visto americano para atletas nos Estados Unidos B1/B2 (turismo/negócios).

Nessa modalidade de visto, não é concedido o direito de moradia permanente e nem o Green Card. O atleta pode até ganhar dinheiro na competição, sendo que precisa somente pagar o imposto e retornar ao Brasil. Além disso, ele não é autorizado a representar uma marca americana ou viver nos Estados Unidos.

Vistos Employment-based (EB)

Os vistos EB são considerados uma ótima opção imigratória, seja para atletas que ainda estão em atividade ou para aqueles que já se aposentaram, mas que querem seguir atuando no esporte, por exemplo, como treinador/coach, professor ou até mesmo exercendo alguma outra atividade dentro da área esportiva que fez seu nome.

Uma das principais vantagens dessa categoria de visto, especialmente o EB-1 e o EB-2 NIW é que, dependendo do histórico profissional do atleta, é possível que ele consiga o Green Card sem que tenha uma oferta de emprego garantida para trabalhar nos EUA.

Visto EB-1 para atletas

O EB-1 é um visto employment based indicado para profissionais que se destacam em sua área de atuação, seja no esporte, ciências, artes ou negócios. Para ser elegível, é preciso comprovar as suas “habilidades extraordinárias”, cumprindo três de dez exigências impostas pela imigração americana. O requerente do EB-1A não precisa de uma oferta de emprego ou de uma certificação de trabalho.

Visto EB-2 para atletas

O EB-2 é um visto employment based indicado para profissionais que possuem carreira sólida em sua área de atuação, como em esporte, ciências, artes ou negócios. Para ser elegível, é preciso comprovar as suas “habilidades excepcionais”, cumprindo alguns requisitos impostos pela imigração americana. 

A partir daí, existem dois caminhos para fazer o requerimento do visto. O mais comum é o National Interest Waiver (NIW) ou, em português, isenção de interesse nacional. Para conseguir o visto EB-2 NIW o profissional precisa comprovar que:

  • Qualifica-se como membro das profissões de nível avançado ou como pessoa de habilidade excepcional; e
  • Há a dispensa do requisito de oferta de emprego e, portanto, do requisito de certificação de trabalho, porém de “interesse nacional”.

Se deseja obter mais informações sobre o visto EB-2 NIW, clique aqui.

Oportunidades para atletas estrangeiros nos EUA

Como foi possível perceber, existem algumas possibilidades para se conseguir o visto americano para atletas, o que faz com que muitos esportistas brasileiros queiram morar e trabalhar nos Estados Unidos. Afinal, o país oferece mais chances e oportunidades para esportistas. 

Um levantamento feito pelo Migration Policy Institute, em 2019, apontou que a Luisiana e a Califórnia são os estados onde estão as melhores oportunidades para atletas estrangeiros profissionais. Elas são ofertadas por meio de bolsas de estudo para estudantes universitários e também para atuação em equipes profissionais nesses locais. Geórgia, Alabama e Texas são outros estados que também ofertam oportunidades atrativas para atletas estrangeiros.

Já no caso específico de lutadores de artes marciais, há maior quantidade de oportunidades no estado da Flórida, especialmente nas cidades de Orlando e Miami. Isso porque nesses locais estão concentradas algumas das melhores academias de jiu-jitsu dos Estados Unidos.

Conte com a Bicalho

Para ter sucesso e conseguir o visto americano para atletas nos Estados Unidos é muito importante que o candidato brasileiro se informe sobre as condições, as oportunidades do país e também em quais locais essas oportunidades estão. Além, é claro, de se informar sobre a melhor categoria de visto a ser pleiteada. 

Para isso, contar com uma consultoria profissional para assuntos imigratórios é essencial para quem pretende mudar-se para os Estados Unidos e investir na carreira de atleta. Afinal, o interessado em solicitar um visto precisará apresentar uma série de documentos que comprovem sua qualificação acima da média e também elaborar uma estratégia que demonstrará à imigração americana o quanto sua presença na América será vantajosa para o país. Além disso, o visto escolhido deve obedecer o propósito pretendido nos EUA e, por consequência, traz uma série de desdobramentos tributários, empresariais e profissionais, dependendo do objetivo.

A Bicalho é uma consultoria especializada em processos imigratórios para os Estados Unidos e está preparada para auxiliar no requerimento do visto americano para atletas, além de oferecer toda a assessoria necessária para identificar as melhores oportunidades dentro do país. 

Saiba como funcionam os vistos os EUA!

Compartilhe esse conteúdo