Como transformar uma empresa em franquia?

Tempo de leitura: 5 minutos

Este é o momento ideal para transformar uma empresa em franquia. Entenda o passo a passo necessário para iniciar esse processo.

De acordo com uma publicação do portal de notícias Terra, a ABF (Associação Brasileira de Franchising) vem mensurando anualmente um aumento no faturamento em diversos setores do franchising. Os dados apontam que 2019 não será diferente, e o mercado continuará promissor para quem quer transformar uma empresa em franquia.

O mercado de franchising está cada vez mais atrativo. Entenda o porquê

Esse modelo de negócio é muito visado por empreendedores por oferecer um nível de segurança inigualável. Do ponto de vista deles, os riscos de se ter prejuízo com uma franquia cuja marca, produto e processos já funcionam bem no mercado, mesmo em tempo de crise, é mínimo. Consequentemente, essa se torna uma vantagem muito decisiva para quem pensa em ser franqueador.

Quer investir em transformar uma empresa em franquia e atrair esses investidores? Fique atento a seguir. Você vai absorver as informações essenciais para tomar uma decisão nessa etapa de análise!

Entenda o universo do franchising

O franchising se trata de uma técnica poderosa de expansão de negócio que se baseia em desenvolver o empreendimento em rede, replicando-o. Se você já tem um negócio de sucesso e deseja reproduzí-lo, seja no Brasil ou no exterior, franquear é uma excelente alternativa.

Porém, é importante ter em mente que negociar o direito de uso da marca e instalar novas unidades em novos territórios não é uma tarefa simples. Para transformar uma empresa em franquia, vai ser necessário garantir as condições necessárias, uma gestão experiente e organizada, um público-alvo bem determinado, entre outros fatores.

Por que investir em franquia?

Quer entender se o seu negócio tem o que é preciso para ser franqueado? Fique atento a seguir para entender quais são os aspectos principais que você deve analizar.

Faça uma análise de franqueabilidade

A “análise de franqueabilidade” é o primeiro passo a se fazer quando você pretende transformar uma empresa em franquia. Mas em que ela consiste?

Trata-se de um processo que avalia e determina se o negócio tem potencial para ser replicado como franquia. Ela verifica se a empresa possui características propícias para que outras unidades sejam operadas. Quando necessário, ela também permite fazer aprimoramentos para garantir que os mesmos padrões serão aplicados em toda as unidades.

A partir da avaliação de alguns fatores chave que compõe o negócio, essa análise evidencia, de forma objetiva, aspectos detalhados sobre diversas áreas da empresa. Confira nos tópicos a seguir os pontos específicos que são avaliadas em uma análise de franqueabilidade.

A estrutura da empresa e sua capacidade de investimento

Quando se deseja transformar uma empresa em franquia é preciso analisá-la internamente. A análise de franqueabilidade, neste caso, tem o papel de observar todas as área que compõe o alicerce do negócio.

Muitos deles, no caso, são voltados para o capital disponível para investimentos em melhorias, por exemplo:

  • gestão;
  • estrutura;
  • profissionais qualificados;
  • organização interna;
  • capacidade de suporte.

A marca, sua imagem e posicionamento no mercado

Na introdução desse conteúdo, você observou que um dos principais motivos de investidores apostarem em franquias é o baixo risco, certo? Se o seu negócio já tem todos os alicerces assegurados e alinhados, o próximo principal fator que vai transmitir segurança para outros empreendedores é a força da marca.

A análise de franqueabilidade avalia o quanto a marca da sua empresa é reconhecida no mercado. Mais do que isso, essa avaliação também inclui a imagem que o público tem dela, e o posicionamento da sua empresa frente a esse público. Quanto mais esses aspectos demonstrarem respostas positivas, maiores são as chances de sucesso ao transformar uma empresa em franquia.

O potencial de vendas e concorrência

Uma vez que a empresa demonstra um contexto individual favorável, é o momento de avaliar os fatores externos. Sendo assim, vai ser necessário se aprofundar nos seguintes aspectos:

  • possibilidade de expansão das vendas;
  • regiões em que essa expansão pode acontecer de forma favorável;
  • novos públicos que poderiam ser atingidos;
  • diferenciais da marca em relação à concorrência.

Expansão de franquias: dicas para expandir com sucesso para outros países

O modelo financeiro e fontes de receita

Outro aspecto indispensável para transformar uma empresa em franquia é, sem dúvidas, a organização das finanças. Ou seja, as margens de lucro dos produtos e as despesas médias de operação de uma unidade devem ser analisadas no modelo de negócio. Você precisa ter, na ponta do lápis, o capital necessário a ser investido na transição para franquia.

A transmissão de know-how

Para se tornar franqueador, tenha sempre em mente que a franquia é, acima de tudo, a transferência de conhecimento de um negócio bem-sucedido à outros empreendedores. É por esse motivo que é tão importante garantir que todos os processos que envolvem a marca estão alinhados e funcionando de forma ideal.

Transformar uma empresa em franquia requer processos e operações que estejam consolidados e padronizados. Se não, há ainda a possibilidade de implementar uma padronização. A partir daí, esse conhecimento deve partir do franqueador e ser transmitido para as unidades franqueadas.  

Os aspectos jurídicos

Para franquear um negócio, você também precisa garantir que o processo irá acontecer de forma alinhada e de acordo com a legislação. A Lei de Franquias foi elaborada na década de 1990, quando houve um crescimento expressivo do sistema de franchising no Brasil. Pela já reconhecida expansão do modelo nos Estados Unidos, nossa legislação foi baseada no modelo americano.

A legislação estabelece o conceito de franchising composto pelos seguintes elementos essenciais:

  • licença de uso da marca;
  • transferência de tecnologia e de know-how;
  • direito de distribuição de produtos ou serviços de forma sistematizada.

O registro de marca

Para transformar uma empresa em franquia é imprescindível registrar a marca no INPI (Instituto Nacional de Propriedade Industrial). Com esse registro, você evita problemas em relação à replicação do seu negócio.

O retorno aos futuros franqueados

Por fim, o último aspecto essencial avaliado na análise de franqueabilidade é a capacidade de retorno aos futuros franqueados. Transformar uma empresa em franquia requer investimento de capital de terceiros. Por isso, o franqueador deve ter as condições necessárias para oferecer o retorno a esses investidores.

Inicie os passos para transformar uma empresa em franquia

Você observou todos os pontos listados que compõe a análise de franqueabilidade e sabe que sua empresa está preparada para ser franqueada? Confira quais sãos os próximos passos!

Internacionalização de Franquias: sua franquia pode estar nos principais mercados do mundo

1. Plano de negócios

Estude e avalie tanto o mercado quanto a empresa que pretende franquear. Após esse aprofundamento, defina:

  • modelo de franquia;
  • padrões a serem adotados;
  • investimentos necessários à implantação;
  • projetamento dos resultados dessa operação.

Lembre-se que a operação deverá ser rentável para franqueador e franqueado.

2. Elaboração dos documentos jurídicos

Para transformar uma empresa em franquia você precisará de documentos específicos, redigidos de acordo com o que determina a Lei 8.955/94. No caso, seriam:

  • Circular de Oferta de Franquia (COF);
  • Pré-contrato e Contrato;
  • características de cada franquia.

3. Definição das estratégias e elaboração dos processos

Nesta etapa será necessário determinar as estratégias, analisar as potencialidades e necessidades de ajustes internos, bem como listar as oportunidades e ameaças do mercado em que sua empresa atua ou pretende atuar.

Feito isso, com o know-how da franqueadora, são padronizados os processos administrativos e operacionais para auxílio do franqueado e bom andamento do negócio. Se o processo de franqueabilidade for feito com critério, e com um bom planejamento, as chances de sucesso são aumentadas.

Você acaba de absorver o passo a passo e os aspectos necessários para transformar uma empresa em franquia. Que colocar o seu desejo de franquear em prática?

Confira a seguir os serviços que a Bicalho Consultoria Legal oferece para franqueadores!

Faça também o download do nosso Guia Completo de Franchising e tire todas as suas dúvidas sobre abertura e expansão internacional de franquias!

Compartilhe esse conteúdo