Por que é vantagem abrir empresa nos EUA, estando no Brasil?

Com o agravamento da crise no Brasil em função da pandemia de Coronavírus, muitos investidores e empreendedores consideram abrir empresa nos EUA, estando no Brasil. O processo é simples e pouco burocrático. Conheça outras vantagens.

As fronteiras dos Estados Unidos já estão reabertas, mas você está ciente de que é totalmente possível abrir empresa nos EUA,estando no Brasil? Fronteiras fechadas, restrições de viagens, ou outros fatores que te impeçam de fazer uma visita aos EUA no momento não são impeditivos para internacionalizar o seu negócio. 

Saiba quais são as vantagens de expandir os negócios empreendendo nos EUA.

Agravação da crise no Brasil impulsiona internacionalização

Segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o Brasil teve uma retração de 9,7% no segundo semestre de 2020, em relação aos três primeiros meses do ano. A informação vem ao encontro do que já sabíamos: a crise gerada pelos desdobramentos provocados pela pandemia do novo coronavírus afetou, de forma significativa, a economia. Em momentos de tensão, o ciclo é quase sempre o mesmo: as empresas passam a encontrar dificuldades para se manterem de pé, demitem funcionários, a renda das famílias é afetada e elas passam a consumir menos. Esse cenário influencia diretamente na receita das lojas e na diminuição da produção por parte das fábricas e indústrias. 

Esse panorama negativo impulsiona empreendedores a se reinventarem e considerarem a expansão dos negócios a nível internacional. Apesar do mundo todo se encontrar em uma situação semelhante à do Brasil, algumas nações estão superando de forma mais efetiva os incontáveis desafios impostos pelas medidas tomadas para combater a epidemia do Covid-19. Os Estados Unidos são destaque no que diz respeito a essa superação.

Mercado estadunidense sai na frente e se recupera rapidamente

Contrariando todas as expectativas, até os Estados Unidos, que lidera a lista de países mais afetados pela pandemia em números absolutos, tanto em infecções como em óbitos, abriu 4,8 milhões de vagas de emprego em junho, segundo informações divulgadas pelo Departamento do Trabalho.

Mesmo com as fronteiras fechadas e as viagens restritas, investidores podiam abrir empresa nos EUA estando no Brasil. Agora, as fronteiras já estão reabertas. Entretanto, outras restrições de viagens, ou demais fatores que te impeçam de fazer uma visita aos EUA para iniciar um negócio continuam não sendo impeditivos. Afinal, os processos de abertura de empresas no exterior continuam sendo protocolados normalmente. 

Abrir empresa nos EUA estando no Brasil é uma saída em relação à crise

O mercado estadunidense ainda é o destino preferido dos empreendedores e abrir empresa nos EUA estando no Brasil é muito simples. É necessário apenas um passaporte válido e um comprovante de residência brasileiro. O procedimento é feito online, via e-mail e a licença para atuar fora é liberada em menos de 30 dias. 

A internacionalização não garante a residência no novo país. Entretanto, oferece enormes vantagens: 

  • é uma forma de se precaver das crises;
  • diversifica as fontes de receita;
  • valoriza o negócio e fortalece a marca;
  • permite ganhar em escala;
  • permite acesso a novos mercados;
  • possibilita relacionamento com fornecedores estrangeiros e amplia o networking;
  • garante acesso a uma legislação trabalhista e regras tributárias descomplicadas.

Vale destacar que, com negócios estabelecidos no Brasil, seu país de origem, e nos EUA, país de moeda forte, o investidor diversifica nichos de mercado. Além disso, consegue trabalhar com as alterações de câmbio, que, a depender do contexto, serão favoráveis a uma das empresas. É uma forma de diminuir os impactos da sazonalidade. 

Conheça mais sobre as vantagens e o processo de abertura de empresa nos EUA.

Dicas para concretizar investimento direto nos EUA sem dores de cabeça

Para que os gestores não cometam erros substanciais ao abrir empresa nos EUA, estando no Brasil, é fundamental contar com o apoio de assessorias especializadas para a elaboração de um minucioso planejamento estratégico, tributário e financeiro. No EUA, ser transparente desde o início é indispensável para o sucesso da operação. 

Aproveite esse período de quarentena para determinar qual será o destino da sua empresa e como o seu negócio vai se adaptar ao comércio exterior. O limite de fronteiras não existe e a internacionalização abre as portas para o universo global. O investimento vale a pena e estou à disposição para quem quiser saber mais do assunto. 

Quer concretizar a meta de abrir empresa nos EUA estando no Brasil? Entre em contato.

Autor: Renato Alves, Diretor de Expansão da Bicalho Consultoria Legal.

Compartilhe esse conteúdo