Visto americano E-2: use sua dupla cidadania para empreender e morar nos EUA

Tempo de leitura: 3 minutos

Tire suas dúvidas sobre o visto americano E-2 e saiba como se preparar para viver nos EUA atuando no seu próprio negócio.

O visto americano E-2 – Treaty Investors (Tratado de Investidores), assim como o L-1, EB-5 e EB-1, sempre é objeto de dúvidas e questionamentos de diversos investidores que visam os Estados unidos. Trata-se de uma categoria bem específica, que abre as portas para empresários e empreendedores  viverem e trabalharem legalmente nos país.

Para fazer o requerimento do visto E-2, é necessário realizar um investimento (não tão elevado quanto o EB-5) em um negócio já existente no país ou em um novo negócio. O investidor precisa ser cidadão de um país que tenha firmado tratado comercial com os EUA.

Veja a seguir as principais informações que você precisa saber sobre o visto americano E-2!

Quais são os critérios de elegibilidade para visto E-2?

Nacionalidade

O principal requisito para ser elegível ao visto americano E-2, o requerente deve ser cidadão de algum país que mantenha acordos comerciais com os EUA. O Brasil não está entre esses países; porém, diversas nações ao redor do mundo estão. Se você possui dupla nacionalidade e uma delas estiver na lista de Países do Tratado, você se torna elegível. 

Abertura de empresa

O visto E-2 está atrelado à abertura da uma empresa em solo americano; sendo assim, atente-se. De acordo com o site oficial da Embaixada e Consulados dos EUA no Brasil, você deve “possuir pelo menos 50% da propriedade da empresa ou posse de controle operacional através de uma posição gerencial ou outro dispositivo corporativo”. Há casos em que é necessário ser investidor e proprietário integral, dependendo do montante investido. Investimentos passivos e especulativos não se enquadram.

Para solicitar o visto americano E-2, o negócio deve estar prestes a funcionar ou já em operação. A empresa também precisa ser, obviamente, real, ou seja:

  • ser ativa na venda de produtos e serviços;
  • demonstrar capacidade lucrativa;
  • apresentar perspectiva de geração de empregos.

Perfil profissional

Tenha em mente que, para solicitar o visto americano E-2, você deve “entrar nos Estados Unidos exclusivamente para desenvolver e direcionar a empresa de investimento”. Ou seja, será necessário exercer função indispensável no negócio e atuar, por exemplo, em um cargo executivo ou administrativo. 

Além disso, para garantir sucesso ao ser avaliado pela imigração, é interessante apresentar histórico acadêmico e experiência profissional que demonstrem a sua capacidade de desempenhar bem este papel.

Quanto é necessário investir?

Não existe uma regra objetiva sobre o capital que deve ser investido nos EUA para se qualificar e ter o visto E-2 aprovado, num primeiro momento, por dois anos. No entanto, recomenda-se que esse investimento deve ser de, no mínimo, $ 100,000.00.

Vale a pena ressaltar que é necessário comprovar a procedência do capital de investimento. Então, prepare as documentações de comprovação.

O que é permitido fazer possuindo o visto americano E-2?

  • Trabalhar somente na empresa em que você investiu.
  • Viajar internacionalmente sem restrições (entre seus países de cidadania e os Estados Unidos).
  • Estudar, desde que não seja como aluno integral.

Como fica o status de visto do cônjuge e filhos? 

O cônjuge do investidor pode solicitar uma autorização de trabalho. Enquanto isso, filhos menores de 21 anos estão incluídos sob o status de visto dos seus pais e estarão autorizados a frequentar instituições de ensino. 

Qual o passo a passo para renovação do visto E-2?

O visto E-2 possui duração inicial de até 5 anos; esse prazo é estipulado pelo Consulado. É possível aplicar para renovação ilimitadamente para permanecer no país, basta manter os requerimentos do visto em dia, os quais podem variar de acordo com o porte e segmento do seu negócio. 

Geralmente, a qualificação da renovação está atrelada ao fato de a empresa:

  • se manter em operação;
  • possuir funcionários registrados;
  • prestar contas no que diz respeito ao seu potencial de lucro e crescimento.

O visto americano E-2 pode te levar à residência permanente?

O visto E-2 é um visto temporário que pode ser estendido periodicamente e atuar, na prática, como um visto permanente. Porém, se a sua intenção é obter um Green Card, de fato, vale a pena buscar mais informações e uma consultoria especializada em imigração e vistos para definir o melhor caminho para o seu caso.

Quais cuidados é importante tomar?

Atualmente, muitas empresas oferecem franquias atrelando-as à possibilidade de visto. Desconfie! É muito provável que se trate de um golpe. Afinal, não existe uma maneira por meio da qual essas empresas sejam capazes de garantir o seu sucesso imigratório. 

Aposte em uma assessoria específica para investimentos e negócios e fique sempre um passo a frente para não cair nessas pegadinhas que surgem no mercado.
Quer enriquecer se tornando um investidor nos Estados Unidos e considera apostar no visto americano E2? O Franchising é uma ótima opção para quem quer abrir um negócio em solo americano com o máximo de segurança possível. Confira esse post e saiba por que vale a pena investir em franquia!

Compartilhe esse conteúdo