É possível migrar com visto de estudante para os EUA?

Tempo de leitura: 3 minutos

Utilizar o visto de estudante para os EUA para finalidades indevidas pode complicar a sua vida na América. Entenda por que!

Você está cogitando solicitar o visto de estudante para os EUA como uma forma de entrar no país e, posteriormente, conquistar a residência permanente? Infelizmente, utilizar um visto para uma finalidade que não está prevista no propósito de sua categoria é um atalho equivocado e impróprio, utilizado por diversos aspirantes a imigrantes.

Existem diversos motivos pelos quais essa não é uma boa saída para conquistar o seu green card. Além de a imigração não ser uma finalidade prevista para o visto de estudante, esse “plano” possui diversas falhas. Pode, por exemplo, te levar a cometer práticas indevidas, fora da legalidade e, principalmente, não garante a estabilidade e a segurança necessárias para um planejamento imigratório efetivo.

Fique atento às informações a seguir para não cometer este mesmo erro e comprometer suas chances de viver o sonho americano! Em seguida, recebe dicas valiosas sobre por onde começar a entender a estrutura migratória e as categorias de vistos disponíveis para conquistar a residência permanente nos EUA legalmente.

Quais são os tipos de visto de estudante para os EUA?

Os Estados Unidos disponibilizam dois tipos de vistos para estudantes:

  • F1: para quem deseja estudar (cursos em geral e/ou inglês);
  • J-1: para quem participará de programas de intercâmbio educacional ou cultural.

A finalidade desses tipos de visto é uma só: estudar. Não é trabalho, empreendimento, investimento ou turismo. Todos os vistos têm os seus respectivos propósitos e o destes é, exclusivamente, o estudo.

É possível migrar com visto de estudante para os EUA?

Existem diversos casos de pessoas que querem se mudar para os EUA e decidem dar esse pontapé utilizando o visto de estudante.

Geralmente, a intenção é migrar com um visto simples e barato e, se houver a devida adaptação, o estudante ou o seu cônjuge buscam alterar o seu status imigratório. Ou seja, ajustar seu visto para uma categoria que lhe permite residir no país sem a necessidade de estudo.

A grande questão é que não é possível migrar para os EUA com visto de estudante e ele não deve ser encarado como o visto “test drive”, ao contrário do que muitos pensam. Se a sua intenção ao tirar esse visto é, exclusivamente, estudar, tudo bem. Mas, muitas vezes, a prática não é bem essa.

Por que você não deve insistir neste erro?

Normalmente, o erro que as pessoas cometem na prática ao tentar um caminho migratório que se inicie com um visto de estudante é traçar o seguinte “plano”: uma das pessoas do núcleo familiar vai para os Estados Unidos para estudar e os filhos acompanham, também para estudar. Porém, alguém começa a trabalhar para manter a família nos país. E é aí que reside o grande problema.

Essa situação representa uma alta possibilidade de se tornar o fim do sonho americano. O motivo disso é que, atualmente, as autoridades imigratórias americanas possuem mecanismos para cruzar informações e constatar o desvio da finalidade do visto. Afinal, em um mundo totalmente conectado, é muito difícil que suas atividades indevidas não sejam flagradas.

Não são raros os casos nos quais vistos de estudantes são negados ou, ao menos, há a negativa do acompanhante. E, o pior, muitos aplicam para outros vistos estando nos Estados Unidos, via ajuste de status, e na entrevista final são evidenciados os erros durante a estadia como estudante ou acompanhante de estudante. Assim, casos imigratórios aparentemente fortíssimos são negados e, literalmente, jogados no lixo.

Qual o melhor caminho para imigrar para os EUA?

Se você deseja imigrar para os EUA, a primeira coisa que se deve ter em mente é que o melhor é trilhar o caminho legal. Planeje-se adequadamente e fuja dos atalhos. Como diz o ditado popular brasileiro que pode ser aplicado na América do Norte: “Muitas vezes, o barato sai caro”. Faça o certo!

Existem dezenas de categorias de visto americano e existem cada vez mais oportunidades para quem quer empreender e trabalhar nos EUA. Estude o funcionamento das categorias de visto e das possibilidades de imigração, procure saber se você se encaixa em alguma delas. Após isso, busque uma consultoria profissional e especializada que possa te assessorar na seleção e solicitação do visto correto. E, lembre-se, o propósito do visto selecionado precisa ser cumprido.


Agora que você já sabe o que é correto ou não fazer ao obter um visto de estudante para os EUA, está na hora de se informar mais sobre as possibilidades migratórias legais. Faça download deste conteúdo e entenda a estrutura migratória nos EUA, os tipos de vistos disponíveis, obtenção de Green Card, dentre outras informações importantes.

Compartilhe esse conteúdo