Estudo de regimes tributários

O Brasil oferece uma série de alternativas de regimes tributários. Na esfera federal os mais comuns são o SIMPLES, Lucro Presumido e Lucro Real. Cada um dos regimes tem suas vantagens e desvantagens.

Curiosamente, são poucos os empresários que fazem estudos comparativos desses regimes tributários. Normalmente, os empreendedores são guiados por orientações gerais, onde normalmente recomendam o SIMPLES quando o enquadramento é possível. Caso negativo, a opção natural é o Lucro Presumido.

Contudo, nem sempre a realidade tributária da empresa encaixa-se no senso comum. Não são raros os casos onde empresas possuem tratamento tributário mais favorável no regime do Lucro Real e estão enquadradas no SIMPLES ou Lucro Presumido. E vice versa também…

Esse estudo comparativo é a base de qualquer planejamento tributário e deve ser realizado anualmente para que o empresário não suporte ônus tributário desnecessário.

Eu sempre brinco que o dinheiro que se economiza com o enquadramento tributário correto é o dinheiro mais fácil de ganhar, pois já está dentro do seu bolso.

Compartilhe esse conteúdo