Como ser piloto nos EUA: conheça o visto EB-2 NIW

Ser piloto de avião é o sonho de infância de muitas pessoas, que levam esse desejo profissional até a vida adulta. Mais do que isso, poder atuar fora do Brasil, especialmente nos Estados Unidos, tem se tornado o objetivo dessas pessoas. Diversos motivos, principalmente as várias oportunidades e melhores salários e benefícios, incentivam esse sonho. 

O país tem observado um aumento na escassez de pilotos de avião disponíveis no mercado norte-americano e pesquisas apontam que haverá uma redução de mais de 12 mil pilotos até 2023, assim, há previsão de que o país precisará contratar cerca de 65 mil novos pilotos nos próximos 10 anos para atender à demanda por viagens aéreas.

Pra auxiliar você, que quer saber como ser piloto nos EUA a aproveitar essa oportunidade, este artigo traz as principais informações para conseguir atuar profissionalmente no país, como média salarial, os requisitos iniciais e como conseguir o visto EB-2 NIW. Confira!

Como ser piloto nos EUA: salário médio anual

De acordo com o U.S. Bureau of Labor Statistics, portal vinculado à Secretaria de Estatísticas Trabalhistas dos Estados Unidos, que mede a atividade do mercado de trabalho, condições de trabalho, mudanças de preços e produtividade na economia dos EUA, em 2020, o salário médio anual para pilotos, copilotos e engenheiros de voo era de US$ 160.970. 

Além disso, em maio de 2020, de acordo com o portal, os salários médios anuais para pilotos, copilotos e engenheiros de voo nas principais indústrias em que trabalhavam eram:

  • Transporte aéreo programado: $ 173.780
  • Transporte aéreo não regular: 117.030
  • Governo federal, excluindo correios: $ 111.460
  • Atividades de apoio para transporte: $ 100.910

Em maio de 2020, os salários médios anuais dos pilotos comerciais nas principais indústrias em que trabalhavam eram os seguintes:

  • Fabricação: $ 121.830
  • Transporte aéreo não programado: 100.530
  • Atividades de apoio ao transporte aéreo: $ 85.080
  • Serviços de ambulância: $ 83.210
  • Escolas técnicas e comerciais; privado: $ 81.980

Para além do salário, o portal também aponta que os pilotos de companhias aéreas recebem um subsídio de despesas para cada hora que estão longe de casa, podendo ainda ganhar um pagamento extra por voos internacionais. Pilotos de companhias aéreas e seus familiares imediatos ainda podem ter direito a voos gratuitos ou com tarifa reduzida.

Como ser piloto nos EUA: requisitos iniciais

Para se candidatar a uma vaga como piloto de avião nos EUA, o interessado deve cumprir três requisitos iniciais, que tratam da capacidade de comunicação e conhecimento de toda a parte técnica do voo. Veja: 

Possuir 1.500 horas de voo documentadas

A exigência de horas de voo é fundamental para que sejam comprovados o conhecimento e a experiência do profissional na função, sendo considerado o mínimo de 1.500 horas como suficiente para que consiga essa comprovação. 

Ter proficiência em Inglês ICAO 4 ou superior

O exame de proficiência em inglês para pilotos foi criado e desenvolvido pela Organização de Aviação Civil Internacional (OACI ou ICAO, na sigla em inglês) com o objetivo de padronizar a comunicação entre todos os profissionais envolvidos na aviação, sejam eles de qualquer nacionalidade.

Assim, o nível 4 de proficiência na língua é considerado pela organização como suficiente para que o profissional consiga se comunicar de forma eficiente.

Conseguir a Licença ATP FAA

Considerada um “doutorado” de pilotagem, a licença de piloto de linha aérea (sigla ATP nos EUA) da FAA – Federal Aviation Administration é fundamental para que o profissional consiga atuar nos EUA.

Como ser piloto nos EUA: conheça o visto EB-2 NIW

O EB-2 é um visto norte-americano que pode ser conseguido por profissionais estrangeiros que possuem experiência comprovada em sua carreira.

Ele está na modalidade NIW – National Interest Waiver, alternativa interessante para esses profissionais, pois trata-se de uma forma de conquistar o Green Card apenas comprovando a formação acadêmica e experiência profissional, sem precisar ter uma oferta de trabalho – chamada de “job offer” – nos Estados Unidos. 

O deferimento de um visto EB-2 garante automaticamente o Green Card (residência permanente), não apenas à pessoa que o solicitou, mas também a seu cônjuge e dependentes. 

Essa é uma forma dos EUA incentivarem a chegada de profissionais experientes e qualificados, que possam ocupar as vagas de trabalho no país e contribuir para a aceleração da economia, nesse caso, da aviação. 

Existem outros tipos, como os vistos americanos B1 e B2, concedidos para quem deseja visitar o país a negócios, sendo o visto B1, ou a turismo, sendo o B2. A categoria B1/B2 é uma mistura entre esses dois tipos. É considerado um dos vistos mais populares para os EUA, no entanto, com esse visto, não é permitido trabalhar no país, apenas participar de reuniões de negócios ou eventos corporativos, por exemplo. 

Requisitos do visto EB-2 NIW

Para conseguir o visto EB-2, o interessado deve preencher um dos três requisitos colocados pela imigração americana, sendo:

  1. Possuir Advanced Degree (mestrado e/ou doutorado); ou
  1. Possuir bacharelado, mas com cinco anos de experiência progressiva comprovada no campo de trabalho; ou
  1. Possuir capacidade excepcional na área de Ciências, em geral, Artes ou Negócios, que deve ser comprovada pelo cumprimento de pelo menos três das seis exigências seguintes:
  • diploma educacional na área;
  • cartas documentando ao menos dez anos de experiência;
  • licença profissional;
  • comprovação de que recebeu remuneração compatível;
  • filiação à associação profissional;
  • resultados profissionais significativos.

É importante ressaltar que, ao cumprir mais de um requisito, o candidato não se torna “mais elegível” ao visto, como um diferencial, no entanto, ao decidir solicitá-lo, é recomendado que reúna todos os documentos que comprovem a relevância da atuação profissional.

Vantagens do visto EB-2 NIW

Como foi possível perceber, um profissional que possui formação acadêmica completa e ampla experiência profissional em sua área reúne condições para solicitar o visto EB-2 NIW e essas condições atendem às pessoas que estão interessadas em saber como ser piloto nos EUA.

Existem algumas vantagens que podem ser citadas sobre o visto EB-2 NIW, sendo:

  • O visto EB-2 NIW concede residência permanente imediata, por meio do Green Card, ao solicitante, seu cônjuge e dependentes;
  • Os requisitos são alcançáveis para os profissionais que comprovarem sua formação e experiência, por meio de documentos;
  • Não é necessário que o solicitante possua previamente uma oferta de emprego. Isso facilita ainda mais o caminho para que consiga a aprovação do visto porque não será preciso passar pelo processo de Labor Certification (ter a vaga avaliada e aprovada pelo Departamento de Trabalho dos EUA);
  • O mercado de trabalho norte-americano está aquecido e com diversas oportunidades, especialmente para quem está interessado em saber como ser piloto de avião nos EUA, além das remunerações atrativas, benefícios e condições;
  • Governo norte-americano interessado em incentivar a imigração legal, assim, tem colocado critérios como formação acadêmica e experiência profissional como requisitos, encurtando os caminhos para a chegada de profissionais estrangeiros qualificados.   

Green Card

O US Permanent Resident Card, mais conhecido como Green Card, é um visto de residência permanente no país, que garante ao cidadão estrangeiro o direito de trabalhar e viver de forma legal nos EUA. 

Com o Green Card, ele tem, inclusive, acesso a serviços básicos e fundamentais, como educação e assistência médica, que são oferecidos pelo governo aos seus cidadãos. Ao consegui-lo, o estrangeiro pode residir legalmente em território norte-americano, sem abrir mão de sua nacionalidade de origem.

Importante ter em mente que esse tipo de visto é diferente dos demais, como o de estudante ou turista, que permitem a permanência do estrangeiro por um tempo determinado, enquanto o Green Card deve ser renovado a cada 10 anos. 

Como já explicado, ao conseguir o visto EB-2 NIW, a pessoa automaticamente garante o Green Card.

Como ser piloto nos EUA: a Bicalho te auxilia no processo do visto EB2-NIW

Morar e trabalhar nos Estados Unidos de forma legal é o sonho de muitos brasileiros. No entanto, alguns profissionais possuem experiência, formação acadêmica e todas as condições para iniciar o processo, mas sentem-se inseguros, devido à necessidade de apresentação de documentos e processos que são exigidos pelo governo norte-americano.

Para iniciar o passo a passo com tranquilidade, conte com uma assessoria especializada, que poderá guiá-lo durante todas as etapas. A Bicalho Consultoria Legal está preparada para oferecer todo o suporte necessário para você, que está interessado em saber como ser piloto nos EUA.  

Entenda como funciona esse suporte.

Compartilhe esse conteúdo